terça-feira, 15 de março de 2011

Papa Bento XVI se coloca mais uma vez contra os homossexuais

Papa assina carta colocando brasileiros católicos contra casamento gay
    O Papa Bento XVI assinou em carta, na quarta-feira de cinzas, iniciando a Campanha da Fraternidade promovida pela CNBB anualmente,  pedindo para que os católicos brasileiros se posicionassem contra  o casamento gay.
     Na carta divulgada pela CNBB, o papa relaciona a defesa do casamento exclusivo entre um homem e uma mulher com a defesa do meio-ambiente.
     Veja o trecho da carta.
Sem a clara defesa da vida humana, desde sua concepção até a morte natural; sem uma defesa da família baseada no matrimônio entre um homem e uma mulher; sem uma verdadeira defesa daqueles que são excluídos e marginalizados pela sociedade, sem esquecer, neste contexto, daqueles que perdem tudo, vítimas de desastres naturais, nunca se poderá falar de uma autêntica defesa do meio-ambiente”, registra o texto assinado pelo Papa.

    O Grupo @BastaHomofobia se coloca indignado a tal posicionamento do Papa, pois entende que sua força política em nosso país é muito grande e por conta disso, muitos políticos obedecerão cegamente a este pedido e dificultará nossa luta em favor dos LGBTs. 

#BastaHomofobia

4 comentários:

Marco Brasil disse...

com certeza ele prefere que os membros da igreja se mantenham nos armários....digo por ter sido "caso" de um padre e presenciado vários outros em atos semelhantes,tanto no RJ como em S.Catarina....podre!!!!

Cris Serra disse...

Amigos,

Faço parte de um grupo leigo de gays católicos e me sinto compelida, aqui, a dar meu testemunho.

Entendo perfeitamente e faço eco à dor e à raiva que são quase inevitáveis para nós, como gays, diante de certos posicionamentos do Magistério. E acho fundamental que certas confusões e misturas indevidas - como quando crenças religiosas se imiscuem no debate político e influenciam questões de cidadania em países em que o Estado é laico - sejam esclarecidas e desfeitas. Daí, aliás, a importância do tema proposto para a Parada Gay de SP este ano.

No entanto, e justamente porque acredito que confusões e misturas só servem para obscurecer a discussão, obstacularizar o diálogo e dificultar a busca de soluções e transformações necessárias, preciso salientar a importância de se discernir o que é o Magistério e o que é a Igreja.

A Igreja é uma multidão de gente. A Igreja sou tb eu e meus amigos. É um corpo gigante e mtas vezes pesado, e, mais importante que tudo, humano. E, como tal, está sujeito às falhas humanas. Por isso, tantas vezes ao longo da sua história como instituição a Igreja se afastou do ideal de amor e tolerância que é o cerne da mensagem do Deus que ela prega, ou deveria pregar, para tristemente perder-se em questões paralelas e, mtas vezes, jogos de poder que nada tinham nem têm a ver com sua verdadeira vocação.

Porém, nem tudo são trevas nessa história. Há tb na Igreja - e me refiro, repito, não só à cúpula - mtas pessoas inspiradas a fazer o bem e a lutar por um mundo verdadeiramente melhor. Mesmo o próprio magistério da Igreja não é um corpo uno e uníssono. Mesmo no magistério há vozes dissonantes, dissensões, debates e diálogo.

Assim a Igreja, ao longo de 2 mil anos de história, foi se transformando. Lentamente, penosamente; e, quase sempre, como em toda instituição humana, a partir do crescente clamor das bases.

Somos católicos porque a nossa espiritualidade só faz sentido assim. E somos membros dessa Igreja, apesar do que diz esta ou aquela pessoa, seja ela da cúpula da instituição ou não. Como seus membros, defendemos nosso direito inalienável de pertencer a ela, que ninguém pode tirar, e nos dedicamos a fazer a nossa parte (por menor que seja) para mudar aquilo que sentimos que deve ser mudado.

Principalmente, trabalhamos na acolhida daqueles que sofrem por se crerem excluídos de um corpo do qual são membros, e, pior, sem direito ao amor desse Pai em que cremos e que nos ama incondicionalmente - a todos, sem distinção.

Esperamos, assim, contribuir para que a história caminhe.

Caso queiram dar continuidade a essa conversa, façam uma visita ao nosso site (www.diversidadecatolica.com.br) e blog (www.diversidadecatolica.blogspot.com). Temos 3 posts que talvez interessem particularmente a essa discussao: "ser gay e ser caólico" (http://migre.me/43uNc), "nosso testemunho" (http://migre.me/43uOt) e "ficar ou sair da igreja?" (http://migre.me/43uPm)

Um grande e fraterno abraço,

Cris

Jenefer Cullen Neto disse...

Curti mto seu blog, cara!
To ate ceguindo aki!
Qd puder, conhese o meu tb!
www.falonacara.com.br que vç vai rir mto tb!
bjks e parabens!
@Jenefercullen

Jenefer Cullen Neto disse...

Curti mto seu blog, cara!
To ate ceguindo aki!
Qd puder, conhese o meu tb!
www.falonacara.com.br que vç vai rir mto tb!
bjks e parabens!
@Jenefercullen