quarta-feira, 16 de março de 2011

Dica da semana: confira o blog Gay Same

Garoto propaganda do blog Gay Same
    O #GaySameBlogger é um blog alternativo e com conteúdo sério sobre os LGBTs, foi criado quando o seu idealizador estava olhando os blogs na internet e percebeu que a maioria dos blogs que são voltados para o público gay são de fofoca ou de pornografia, e pensou “mas, e o público gay que quer ver um conteúdo que agrega mais ao seu intelecto, vai onde?”
    Então, com essa idéia em mente, resolveu criar um blog para esse público. E ai veio o GaySame. A palavra GaySame significa ao pé da letra "Gay mesmo!". É uma expressão que o seu idealizador criou e que tem o conceito daqueles momentos que você já ta de saco cheio de tudo e diz para alguém: "Eu sou gay mesmo e dai? O que você tem haver com isso ?"
    O slogan “... sempre um post inteligente..." é baseado no estudo que foi postado e vai ser útil de alguma maneira para seus leitores. Dessa forma, o blog  GaySame, a cada dia, ganha espaço na internet, com apenas uma semana no ar já conquistou milhares internautas.
    A dica do Grupo @BastaHomofobia é que, vale a pena conferir o blog do nosso parceiro de luta contra a homofobia: http://gaysame.blogspot.com

#BastaHomofobia

11 comentários:

GaySame disse...

Amei o post ! vou divulgar para os meus amigos ! bjoss adorei mtooo

FOXX disse...

bem, então ele não lê meu blog né? hehehe

GaySame disse...

Oi Foxx, no caso quando digo sobre os blogs gays eu quero dizer que a quantidade de blogs como o meu e o seu são poucos comparados com os de pornografia e fofoca !
Adorei o seu, se quiser vamos fazer parceria !
bjos

Anônimo disse...

Vivemos uma “onda” de defesa a prática homossexual (através da mídia televisiva principalmente), e no tocante a isto, concordo em que cada um possa defender seus conceitos e suas idéias, sejam elas culturais, sociais, política, religiosa, filosófica, enfim. Porém essa “onda” de defesa não têm se limitado a defender conceitos, ideais e teses, mas a discriminar e acusar todos aqueles que se opõem as teses e ideais defendidos por tais.

Defendendo a idéia descrita na Bíblia e acreditando na mesma como a verdade infalível de Deus, bem como, concordo que a mesma é a revelação máxima de Deus destinada aos homens para conhecer a vontade divina, bem como devemos proceder de forma coerente e correta para mediante a fé alcançar a salvação, sendo então liberto deste mundo tenebroso, no qual as Escrituras afirmam está morto no maligno, e também para o bem comum da sociedade, com o proceder de forma a obedecer às leis da constituição brasileira.

A Bíblia descreve e se entende por inferência que a prática do homossexualismo é abominável aos olhos de Deus. Ao conhecer as escrituras, torna-se impossível defender essa prática, por mais mirabolante seja a tese de defesa da mesma.

Porém, deixo esclarecido que existe uma profunda diferença entre abominar pessoas homossexuais e abominar a prática homossexual.

A pessoa tem todo o direito de optar por sua opção sexual estando à mesma sujeita aos seus atos diante do Deus Vivo (pois diante dEle todos nós iremos prestar conta de nossa vida), e também devemos respeitar o individuo, bem como valorizá-lo, amá-lo e honrá-lo como, sendo todos nós, criatura das mãos do Criador. Porém, a prática homossexual tem de ser abominada, pois a Bíblia Sagrada descreve em Romanos 1 como “paixões vergonhosas”.

Ora, se defender o que ensina a Bíblia é ser homofóbico, então posso afirmar que os que me consideram homofóbico por defender um conceito revelado no Livro Sagrado, em que desde pequeno fora me ensinado como sendo o Livro da Verdade, são pessoas heterofóbicas, teofobicas, bibliofóbicas, e me privam do direito de expor os meus conceitos firmados, e isso sem entrar nos direitos de crença e religião.

Anônimo disse...

Não se faz necessário expressar se a Bíblia é favorável ou não ao homossexualismo, pois é tangível e esclarecido o ensinamento nas Escrituras bíblicas sobre a prática ser um ato ilícito, uma vez que a Bíblia proíbe desde os dias da Lei em Israel tal prática, e embora a Lei não seja para o período da Igreja, fica perceptível que a proibição não era por uma questão de ordenança de lei, mas um questão moral, social, e principio. E o Novo Testamento descreve inúmeras passagens que proíbe tais práticas. Se formos cristãos, então nós concordamos como verdade e valores imutáveis e inegociáveis o que ensina as Sagradas Letras.

O método defendido que leva a nos considerar preconceituosos no tocante aos homossexuais, pode bem servir para considerar que eles são preconceituosos aos heterossexuais que discordam da prática do mesmo.

Uma vez que ao abominar a prática homossexual, é uma fobia ao homossexual, então os que discordam do conceito de abominar a prática têm fobia por heterossexuais não simpatizantes de tais práticas.

Podemos definir fobia como “intenso medo”. Sendo assim, a homofobia, seria medo ou desprezo aos homossexuais, porém devo esclarecer ao leitor que não temos desprezo por tais, apenas não concordamos como lícito as suas práticas. Da mesma forma que eles têm desprezo a nossa defesa em considerar ilícita a luz das escrituras tais práticas.

Devo também deixar esclarecido que nós não estamos condenando os homossexuais, também não estamos determinando que eles não possam ter tais práticas, pois os mesmo têm o direito de escolher suas opções. O que quero deixar esclarecido é que nós (os evangélicos que em verdade conhecemos a Bíblia Sagrada no tocante a esse assunto) NÃO concordamos com essas práticas, e devemos ser respeitados por nossa posição, pois não somos obrigados a concordar com prática alguma, bem como uma pessoa tem também seu direito de não concordar com a prática heterossexual, pois nós somos dotados de livre escolha.

Para ter os direitos por morarem junto, a lei deveria defender aqueles que em documento no cartório dar o direito ao outro sobre seus bens e etc. Não se faz necessário a implantação de leis especifica aos homossexuais, pois se analisarmos as leis e seus respectivos projetos, não teremos dificuldades de compreender e definir que se valem mais de privilégios, e não de direitos. Privilégios, pois dá direito a um grupo em detrimento de outro grupo, e ainda considera criminosos e doentes os que não estão em acordo com esses direitos (que na verdade são privilégios).

Anônimo disse...

Imaginem um país cheio de homossexuais e adeptos, a minha sincera pergunta seria:
“Como se daria prosseguimento a espécie humana? Como nasceriam filhos?”.
Se os homossexuais estão certo em dizer que quem defende o matrimônio sendo unicamente heterossexual é homofóbico.
Então, podemos afirmar que a natureza também é homofóbica, pois priva o homossexualismo de construir sociedade a partir do seu matrimonio, por não gerar filhos.

Se a natureza não concede que duas mulheres ou dois homens em sua vida íntima sexual, não tragam filhos, logo o seu enlace matrimonial, faz com que a sociedade encerre gerações.

Se a sociedade é formada por um conjunto de famílias, então como se explica a sociedade formada por famílias que não podem gerar continuidade familiar (filhos)?

A solução seria inseminação, ou mesmo adoção de crianças.

Se for por inseminação, então seria estranho para duas mulheres casadas – estar uma grávida (precisando do sêmen de um heterossexual para ser mãe, ou de um homossexual).

Se for dois homens – precisariam da adoção de filhos. E com isso dependeriam do heterossexual ter abandonado os filhos ou não ter condições de cuidar do mesmo, bem como o ventre de uma mulher para a geração da criança.

Se analisarmos pelo descaso de muitos pais com seus filhos, ao abandoná-los, então teríamos uma defesa para concordar com a adoção de filhos aos homossexuais. Mas, no tocante a criança, por mais amor e afeto que ela recebesse, estaria crescendo e vendo o afeto entre dois homens ou duas mulheres e isso levaria a uma mudança psicológica na criança.

Bem, do jeito que as coisas andam, daqui a alguns anos, os pais que ensinarem seus filhos a serem heterossexuais, e esses defenderem na escola sua posição sexual, então seus pais serão acusados de homofobia e incitar os filhos a terem repúdio aos homossexuais. Com isso teremos uma sociedade aprisionada aos privilégios dos homossexuais, e a educação

Anônimo disse...

heterossexual, ao qual sempre fez parte do curso normativo da vida, se tornará secundária, e limitada.

Não podemos tornar a mentira por verdade e a injustiça por justiça. As leis que querem e estão implantando no país tem por objetivo maior, formar uma sociedade aonde não podemos defender e nem ter nossos conceitos, pois se o tivermos seremos acusados de preconceituosos, porém os que defendem seus conceitos diferentes dos nossos, podem não somente defender, mas nos considerar preconceituosos.

Que possamos refletir e descobrir em que acreditamos.

Se acreditarmos na Bíblia Sagrada então manteremos o conceito que ela nos ensina, pois não são meros conceitos humanos, mas verdades e princípios.

Não é pecado e nem crime defender seus conceitos. Por isso vamos anunciar a verdade do Evangelho, pois daqui a pouco a Igreja de Cristo será arrebatada, e nós subiremos ao encontro do Rei, mas pouco fizemos em defesa do Evangelho e dos direitos humanos.

Autor: Diorgeton Almeida

Gustavo disse...

Querido anonimo convite vc w deve ser uma pessoa culta a ler essa post em meu site:
http://www.gaysame.net/2011/05/suposta-palavra-de-deus.html
depois q ler o post e assistir o video pense + sobre suas palavras, e mostre a sua cara !

Anônimo disse...

Por
Diorgeton Almeida

Não sei quem deixou esse texto em seu Blogger, mas o texto foi eu que escrevi em meu Blogger.

Possivelmente alguem o pegou lá e postou aqui.

Você pode conferir todos os meus textos em pregadordiorgeton.blogspot.com

Cada um de nós temos o direito de vivermos de qualquer jeito que quizermos. Mas não podemos pré-julgar aqueles que reprovam a nossa prática.
Ninguém é obrigado a ser heterossexual, porque a maioria quer que seja, MAS TAMBÉM NINGUÉM É OBRIGADO A CONCORDAR E CONFORMAR COM A PRÁTICA HOMOSSEXUAL.

O contexto e a definição na prática de homofobia - foge da realidade da mesma.

Ser homofóbico verdadeiramente é ter problemas sociais e psicológicos, em não conviver com o individuo próximo.
Independente das nossas diferenças, somos todos individuos que devemos nos respeitar e nos amar fraternalmente.
Contudo se é desnecessário apelarmos para imposição de idéias.

O homossexualismo é uma prática vergonhosa aos olhos de Deus, segndo as Escrituras Sagrdas.
isso não é homofobia, mas conceito firmado. Sem mais!

Anônimo disse...

Olá, você deve saber que falsidade ideológica é crime. Pois bem, este que vos fala é a verdadeira pessoa que está na foto. Infelizmente só descobri isso agora, porém tomarei todas as medidas possíveis, cabíveis e inimagináveis para punir o responsável. Sugiro que este blog seja deletado o mais rápido possível ou você comece a se esconder... um dia a verdade chega meu caro, e chegou.

Marco Antonio disse...

Queridos, não esquecendo que nesse fim de semana rola em Morro de São Paulo, Bahia o primeiro Festival LGBT - LOVE PARADISE. Maiores informações na fan page https://www.facebook.com/festaloveparadise ou em www.loveparadise.com.br. Vai ser baphônico!!!!!